domingo, 9 de março de 2014

Filosofia sonora


Acho que a música é uma das melhores fontes de autoajuda.

Algumas nos confortam, outras parecem nos dar, na hora em que precisamos, respostas que nem sabemos que estamos procurando, outras ainda nos animam e tem o poder de mudar completamente o nosso humor só de ouvir a melodia.

As pessoas podem não concordar em qual o melhor tipo de música, o que é considerado "boa música ou música ruim". Mas em uma coisa todos concordam: todo mundo gosta de música, seja qual for a sua preferência.

Acredito até que a música é a forma mais popular de poesia. Transbordam em todos os meios de comunicação: rádio, tv, internet... não deixa de ser uma poesia sonora. Algumas trazem consigo letras tão bonitas ou com mensagens tão marcantes que é quase uma filosofia. Pode ser uma frase, um parágrafo. Ou ela por completo.

The sky is not the limit and you're never gonna guess what is.
Red Light - The Strokes


People always told me don't forget your roots
I know I can feel them underneath my leather boots.              
The handshake - MGMT

Lady, where has your love gone?
I was looking but can't find it anywhere
They always offer when there's loads of love around
But, when you're short of some, it's nowhere to be found         
(...)
An ache in your soul is everybody's goal
To get what they can't have
That's why you're after her
And that's why she's after him
But sayin' it wont change a thing.
No Buses - Arctic Monkeys
The trouble it might drag you down
If you get lost, you can always be found.                                  
  Home - Phillip Phillips

0 comentários:

Postar um comentário